segunda-feira, 28 de outubro de 2013

:: FINALMENTE UMA EXIBIÇÃO COM ALGUM APROVEITAMENTO !! ::



Saudações Gloriosas,
Finalmente um bom jogo a culminar com a conquista dos três pontos para o Glorioso, algo que mesmo tendo sido agradável não é nada do que esperamos ver o nosso Benfica a fazer, foi uma partida de claro domínio Benfiquista que se efectivou logo nos primeiro minutos com o golo do lateral Siqueira, jogador esse que mesmo tendo valor, pensamos que já veio muito mazelado do seu passado na Liga espanhola, e a continuar assim será um mau investimento para nós, ou seja estamos bem arranjados para a lateral esquerda, é que mesmo com André Almeida em bom plano nestes últimos jogos não conseguimos ficar tranquilos quanto ao presente e futuro da lateral esquerda, depois do golo fomos baixando gradualmente de ritmo com o Nacional a responder, valeu Artur e a defesa que mesmo com a contrariedade de perder um elemento esteve em bom plano, o mesmo não se pode dizer do meio-campo para a frente, que para nós ainda está muito frágil nas rotinas habituais de pressão defensiva e ataque letal, mesmo com estas vulnerabilidades chegamos ao intervalo com a vantagem mínima de um golo, que acaba por ser justo pelo que fizemos perante uns madeirenses apáticos e ainda bem, o que o que podemos tirar de benéfico deste primeiro tempo, e o que ficou na retina de todos os adeptos a nosso ver, foi jovem que se estreou a titular Ivan Cavaleiro que havia deixado boas indicações em jogos anteriores e para não fugir a regra neste primeiro tempo também se apresentou em bom nível.



No segundo tempo foi onde vimos o melhor que o Benfica fez nesta partida, boas trocas de bola alguma rapidez nos processos consolidando assim a justiça no resultado com Ivan o terrível a fazer gato sapato de alguns, apenas errando na definição de lances decisivos algo que necessita de algum trabalho para melhorar no futuro, consideramos que é um jovem com grande margem de progressão, resta saber se é apenas uma aposta esporádica do Jesuíta que lá se safou de mais escaramuças sobre a sua continuidade, o segundo golo foi pleno da genialidade de Gaitan e muito claro na finalização de Cardozo, o que nos leva a perguntar o porquê de não jogarem sempre assim, uma vitoria razoável que se justifica mas não convence ninguém.



::UM::SÓ::CAMINHO::

Sem comentários:

Publicar um comentário